terça-feira, 11 de outubro de 2011

O PRÍNCIPE E A PRINCESA


E a Princesa Fada
Suave e gentil... doce e meiga
Por nova luz foi iluminada.

E aquela luz inicialmente tênue
Logo revelou todo o seu fulgor
Atingindo-a em cheio com os raios do amor.

Percebeu a Princesa de onde vinha aquela luz
Vinha de um Príncipe, um Poeta sedutor
Que de seu coração tornou-se o captor.

E a Princesa Fada então
Não mais deixou seus rastros ao chão
Começou a voar sem perceber
Nas asas dessa louca paixão.

Revelou sua intensidade
Libertou sua ousadia
Mostrou sua felicidade
Em forma de poesia.

E o Príncipe Poeta
Que a guiava bem juntinho
Devolveu-lhe as poesias
Em forma de carinho.

Inebriados e sem nenhuma certeza
Viajaram sem rumo e sem destino
Só sabia, a encantada  Princesa
Que ao lado, estava enfim seu Paladino.


Nenhum comentário:

Postar um comentário